Zoogene

Escolha o tipo de acesso.
Em seguida digite seu
login e senha.

Box 1
Box 2

Cuidados com os pets no verão

Dicas e Cuidados 07.11.2012

calor1.jpg

O verão está chegando. Nesta época é importante lembrar que os nossos bichinhos precisam de cuidados especiais para se manterem saudáveis.

Algumas doenças são mais comuns nesta estação, principalmente as transmitidas por carrapatos, mosquitos e pulgas, pois as altas temperaturas e a umidade favorecem a reprodução dos mesmos.

 

Principais doenças de verão

 

- Ehrlichiose ou “doença do carrapato” - Trata-se de uma infecção transmitida por carrapatos contaminados por bactérias do gênero Ehrlichia. A doença causada por E. canis tipicamente ocorre em três fases. A fase inicial aguda é caracterizada por febre, mal-estar, linfadenomegalia, esplenomegalia, trombocitopenia, leucopenia e anemia não regenerativa. Os sintomas desaparecem em 2 a 4 semanas, mas são seguidos por uma fase subclínica, que persiste por 2-3 meses a anos, durante os quais os cães infectados são portadores. Alguns cães posteriormente entram em uma fase crônica, um período em que erliquiose clínica grave. A E. canis causa doença ocular e meningite durante essa fase.

 

- Dirofilariose ou “doença do verme do coração”- É uma zoonose parasitária, não contagiosa, complexa, de evolução crônica, que se apresenta de forma clínica ou subclínica. Causada pelo Dirofilaria immitis, um filarídeo parasita do ventrículo e átrio direitos do coração e artéria pulmonar de carnívoros domésticos, silvestres e que pode ser encontrados em outras espécies como os equinos. Os cães e alguns outros animais como gatos, raposas e guaxinins são infectados com a dirofilariose através da picada do hospedeiro intermediário, os mosquitos culicídeos que carregam a larva da Dirofilariose.

 

Tênia- As pulgas transmitem este parasita intestinal. Os sintomas mais comuns são irritação anal, diarreia com muco e sangue. Grande infestação pode levar a crises convulsivas.

 

Prevenção

A melhor forma de combater as doenças típicas de verão é a prevenção. Coleiras e produtos com repelentes ajudam a afastar insetos. Além disso, redobre os cuidados com a limpeza e higiene de casinhas, caminhas e outros locais onde o animal costuma ficar, pois apenas 5% das pulgas existentes ficam no animal e 95% no ambiente. Lembre-se também de manter a vermifugação dos animais em dia.

Caso o pet já esteja infestado pelos parasitas, leve-o ao veterinário para a remoção dos mesmos e recebimento de diagnóstico e tratamento adequados. 

 

Cuidados para evitar a desidratação

Os pets também sentem muito calor e podem ficar desidratados. Por isso, tome as seguintes precauções:

• Deixe sempre água fresca disponível para o animal;

• Evite deixá-lo em locais abafados e descobertos;

• Não leve-o para passear nos horários mais quentes, pois eles podem sofrer queimaduras nas patinhas;

• Não deixe-o exposto ao sol, pois sua pele pode sofrer queimaduras;

• Não deixe a ração exposta por muito tempo, especialmente as úmidas, pois há risco de fermentação, causando vômitos e diarréiras no seu bichinho.