Zoogene

Escolha o tipo de acesso.
Em seguida digite seu
login e senha.

Box 1
Box 2

Cinomose, uma doença viral com altos índices de mortalidade

Doença infecto-contagiosa 01.08.2012

images4.jpg

A Cinomose é uma doença viral altamente contagiosa que acomete principalmente cães, com maior incidência em filhotes e cães jovens (2 a 6 meses de idade) ou idosos. Pertencente a família Paramyxoviridae, o vírus da Cinomose é transmitido principalmente através do contato com secreções nasal e bucal do animal infectado. A morbidade varia de 25 a 75% e a relação fatalidades/casos chega frequentemente até a 50-90%, dependendo da cepa do vírus. O período de incubação para o início dos sinais clínicos da cinomose aguda é, comumente, de 14 a 18 dias. O vírus se dissemina pela via respiratória, atinge linfonodos brônquicos e antes que apareçam os sinais clínicos, ele se associa a células do hospedeiro e circula pela corrente sanguínea para outros órgãos e tecidos. No Sistema Nervoso Central, provoca desmielinização, gerando mioclonias, ataxia, paresia dos membros posteriores e convulsão.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são olhos agitados e vermelhos e descarga nasal. Vômito, diarréia (geralmente sanguinolenta) e febre aparecem logo, seguidos por várias desordens no sistema nervoso. O prognóstico da doença é reservado a grave devido à alta taxa de mortalidade.

Diagnóstico

O diagnóstico da cinomose na sua forma aguda toma por base a história e os sinais clínicos. A sorologia para a detecção do vírus da cinomose em amostras de sangue, soro ou plasma é uma informação importante para o diagnóstico e prognóstico da doença e também auxilia para a preparação de um programa de vacinação. Este teste detecta a presença de anticorpos IgG do vírus da cinomose, cuja sensibilidade e especificidade é de aproximadamente 100%.